Quarentena e isolamento social: como manter a saúde mental?

Por Luciana Vilela

Em tempo de isolamento social, por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19), é importante cuidarmos da nossa saúde mental. Por isso, a psicóloga e assessora de Gestão de Pessoas do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Rio de Janeiro (CRMV-RJ), Luciana Vilela, preparou este material com dicas que podem ajudá-lo(a) a encarar de uma forma mais positiva este período de quarentena. Aproveite as dicas e boa leitura!

Evite o excesso de informações

O excesso de informações pode gerar medo e ansiedade. É importante limitar a quantidade de tempo que você gasta assistindo conteúdo referente ao coronavírus nos meios de comunicação e/ou mídias sociais. Durante a quarentena, procure fontes confiáveis para se informar, evite ficar assistindo aos noticiários o dia todo,  olhar toda hora as notificações do celular e nunca compartilhe conteúdos cuja procedência você desconhece.

No site do Ministério da Saúde, é possível se proteger da FAKE NEWS. Acesse: www.saude.gov.br/fakenews.

Crie e siga uma rotina

É importante planejar o que você vai fazer e organizar seu tempo para que a família mantenha uma rotina saudável. É recomendado que os horários de trabalho, estudo e brincadeiras sejam bem definidos. Sendo assim, é importante estabelecer um horário para acordar.

Se você já possui uma rotina de praticar atividade física, é importante que você continue se exercitando porque ela melhora a capacidade cognitiva, reduz os níveis de ansiedade e estresse, fornece mais energia e aumenta autoestima. Uma dica é usar aplicativos como Nike Training, que fornece treinos gratuitos que vão desde força e cardio até sessões de yoga e mobilidade que podem ser feitos em casa. Outro ponto importante e que merece a sua devida atenção é procurar se alimentar bem e de forma saudável ao longo do dia.

Faça terapia on-line na quarentena

Se você já faz terapia, não deixe de realizar as sessões por conta do isolamento. Converse com o seu psicólogo sobre a possibilidade do atendimento ser realizado on-line. Caso você ainda não faça terapia, mas está se sentindo ansioso, deprimido, solitário, com sinais de pânico, com dificuldade para dormir ou angustiado é importante procurar um profissional para começar a se cuidar.

Existem grupos formados por psicólogos com atuação on-line que visam fornecer acolhimento e suporte psicológico gratuito a pessoas que estão em sofrimento devido ao coronavírus e a necessidade de quarentena.

Tem filhos em casa?

É importante lidar com o assunto coronavírus com tranquilidade, explicando, orientando sem expor os medos e angústias aos filhos. É tempo de dar atenção, investir em paciência e criar uma rotina de brincadeiras e atividades.

Dicas de canais para brincar e aprender:

Faber-Castell: (https://cursos.faber-castell.com.br/)  a marca liberou o acesso gratuito a todos os cursos de sua plataforma on-line, com aulas de desenho, lettering, narrativa, composição e construção de personagens.

ProEnem: (https://www.youtube.com/user/ProENEMOficial) a dica é para filhos mais velhos, que já estão às voltas com a preocupação do Enem. O canal no YouTube está oferecendo aulas gratuitas diárias de manhã e de noite.

Use a tecnologia

Por mais difícil que seja ficar em isolamento socia, é bem verdade que a tecnologia ajuda e muito a manter-se conectado com as pessoas que você ama. Aproveite esse momento para estreitar laços com as pessoas queridas. Entre em contato com familiares ou amigos por meio de redes sociais, ligações, mensagens de texto, vídeo-chamadas, além de distrair é uma ótima opção de passar o tempo.

Faça algo de que goste

Agora, é o momento de se dedicar a fazer atividades que você gosta e que, muitas vezes, a falta de tempo te impede de colocar em prática como: ler, desenhar, escrever, aprender a cozinhar, fazer um curso, assistir a um filme, uma série, dentre outras coisas.

Que tal aproveitar esse momento para investir em tudo aquilo que gosta de fazer?

Seguem algumas dicas:

Na TV: operadoras e canais pagos, como Globoplay, Claro, Sky, Oi e Tim abriram vários conteúdos para o público durante os meses de pandemia, com filmes, séries e outros programas jornalísticos e entretenimento.

Shows: o festival #tamojunto, promovido pelo jornal O GLOBO, reuniu um time de artistas para apresentarem, direto de suas casas, shows completos transmitidos ao vivo das contas de Instagram de cada artista e nas páginas e redes sociais oficiais do jornal. Confira a programação musical dos próximos dias no site do Rio Show.

Visite um museu: importantes museus do mundo têm seu acervo disponível digitalmente. Cinco boas opções para visitar: MoMA, de Nova York; Museu do Padro, em Madri; Museu Britânico, em Londres; Malba, em Buenos Aires; e Louvre, em Paris.

Outra dica é fazer os cursos online gratuitos que estão sendo oferecidos pelas seguintes Instituições:

  • Fundação Getúlio Vargas:  estão disponíveis vários cursos on-line gratuitos e com certificado nas áreas de Direito, Administração, Marketing, Recursos Humanos e outras.
  • Sebrae: mais de 100 cursos on-line gratuito em áreas como Gestão financeira e Planejamento de Marketing.
  • Senai: o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial também liberou vários cursos com certificado.
  • Universidade de Havard: cerca de 100 cursos on-line gratuitos de várias áreas, de Artes e Design à Ciência da Computação.
  • Udemy: a plataforma de ensino à distância oferece 32 cursos gratuitos na área de Programação e Tecnologia.

Tempo para Refletir

O mundo está passando por um momento muito difícil, em que todos estão com o seu direito de ir e vir restringido. Estamos isolados em nossas casas para evitar a propagação de um vírus que chegou e nos tirou da nossa zona de conforto, da correria do dia a dia, da falta de tempo para estar com a família, filhos, amigos, de fazer algo de que gostamos, trazendo muito medo por não sabermos o que vai acontecer e como será o amanhã.

Fazendo-nos pensar não somente nos nossos próprios interesses, mas de pensar de maneira mais abrangente e coletiva, mostrando-nos que o mundo não gira ao nosso redor, que o individualismo e o egoísmo estão fora de moda e que precisamos ter mais empatia pelo próximo.

Quando tudo isso passar, não seremos mais os mesmos, pois vamos ter aprendido muitas lições. Vamos ver a vida de outra forma e vamos dar mais valor a tudo que temos.

Diante de tudo isso que estamos vivendo, é importante nos atentarmos que toda crise possui 3 elementos: uma solução, um prazo de validade e uma lição para sua vida.

Então, vamos aproveitar este momento para refletirmos sobre nossas atitudes e de que maneira podemos contribuir para uma sociedade mais justa e igual.

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!

Abaixo, seguem os links de acesso: 

Museus:
MoMA, de Nova York – https://artsandculture.google.com/partner/moma-the-museum-of-modern-art-
Museu do Padro, em Madri – https://www.museodelprado.es/en/the-collection/art-works
Museu Britânico, em Londres – https://www.britishmuseum.org/collection
Malba, em Buenos Aires – https://malba.org.ar/en/visitar/
Louvre, em Paris – https://www.louvre.fr/en/visites-en-ligne

Cursos gratuitos on-line:
Fundação Getúlio Vargas –https://www5.fgv.br/fgvonline/
Sebrae –https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/cursosonline
Senai – http://www.eadsenai.com.br/virtual/ms/
Universidade de Harvard – https://online-learning.harvard.edu/
Udemy – https://bit.ly/2XwN2PN

Luciana Vilela – psicóloga formada pela Universidade Gama Filho, com MBA em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas, atuando há 15 anos na área de Recursos Humanos. Atualmente, é assessora de Gestão de Pessoas do CRMV-RJ e facilitadora do Projeto Sobre(o)Viver.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *